sexta-feira, 14 de maio de 2010

14 de maio.

só de imaginar que há alguns anos atrás eu jamais poderia imaginar que eu te perderia.
jamais poderia imaginar que a dor da sua ausência seria tão destruidora como está sendo.
eu jamais poderia imaginar a enorme falta que você está fazendo.
por que você fez isso comigo danadinho? rs
por que você foi embora e me deixou sem esse seu sorriso alegre e radiante que você tinha e sempre teve?
por que você foi embora e me deixou esse vazio no peito que nunca vai ter fim?
por que voce me deixou sem suas brincadeiras bobas e sem seu jeito rigoroso?
voce sabia que eu sinto falta das suas milhares de regras? 
voce sabia que eu nao sou a mesma sem os seus esporros e sem as nossas brincadeiras de luta?
voce sabia que eu sinto uma falta enorme de quando eu deitava no seu peito e a gente conversava?
e sabe o que é pior? é saber que eu nunca mais vou poder te dar aquele abraço que eu sempre dava.
é saber que essa dor imensa que eu guardo dentro de mim NUNCA vai passar.
é saber que você não vai mais fazer a minha vitamina de abacate.
é saber que esse vazio, esse buraco, enorme que tem dentro do meu peito nunca vai ter fim e que essa ferida imensa nunca vai cicatrizar.
não era pra você ter ido tão cedo. eu sei que eu reclamava por você sempre ter cobrado muito de mim, mas eu precisava das suas broncas.
eu preciso ainda do seu amor, que sempre foi enorme.
e apesar da idade, eu ainda sou sua ''princesinha'' , ainda sou a ''filhinha do papai'' (que saudade de ouvir isso!).
mas eu sei que você precisou ir, eu sei que aonde quer que você esteja, você está cuidando de mim.
eu sei que você tá melhor aí.
mas esse amor imenso que eu tenho por você vai permanecer intacto.
e o que me restou foram as lembranças, e a danada da saudade que insiste em permanecer.
eu te amo papinho, e sempre vou amar s2s2

Um comentário:

Érica disse...

Nunca pensamos que vamos perder quem amamos, por isso, muitas vezes não percebemos que estamos deixando de aproveitar momentos únicos, de dizer o que sentimos e de declarar o nosso amor. Quando essa pessoa se vai, nós percebemos o quanto deixamos de aproveitar de sua presença. Seu texto é bem bonito. Parabéns pelo blog.
http://alma-feminina.blogspot.com/